Rádio Portal 98,9 FM

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Notícias Mato Grosso do Sul

Operação do DRACCO mira esquema de corrupção e lavagem de dinheiro em Secretaria de Obras, de Selvíria (MS)

Nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos, nos município de Selvíria, Campo Grande e Coxim.

Operação do DRACCO mira esquema de corrupção e lavagem de dinheiro em Secretaria de Obras, de Selvíria (MS)
Operação ocorreu na manhã desta quinta-feira. — Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Policiais do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO), cumpriram nove mandados de busca e apreensão nos nos município de Selvíria, Campo Grande e Coxim, na manhã desta quinta-feira (8), para romper um suposto esquema de corrupção e lavagem de dinheiro, envolvendo a Secretaria de Obras do município de Selvíria.

De acordo com as investigações, a ação ilícita teria sido realizada por meio de uma empresa de engenharia e consultoria de Campo Grande, contratada para o gerenciamento de obras e serviços municipais, cujos recursos provêm de um contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal, no âmbito do Programa FINISA.

O contrato em questão, com valor de R$ 930 mil, destina-se ao gerenciamento de obras e serviços municipais, incluindo a elaboração de Projeto Civil e Infraestrutura do município, com duração de 12 meses, conforme o Contrato de Financiamento. As suspeitas de irregularidades surgiram durante a análise do procedimento de inexigibilidade, com conclusão em apenas cinco dias, e do contrato.

Ao serem questionados, servidores públicos envolvidos no processo de licitação e contratação apresentaram divergências, reforçando as suspeitas de irregularidades no processo.

A empresa suspeita tem natureza jurídica individual de responsabilidade limitada e apresenta capital social de R$ 200 mil. Desde sua criação em 2015, ela firmou contratos administrativos com diversos municípios do interior do Estado, totalizando R$ 11.804.947,05, levantando a suspeita de manipulação de requisitos para favorecimento em licitações.

A Operação Sem Disputa conta com o apoio do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) e dos SIGs (Serviços de Investigações Gerais) de Três Lagoas e Coxim.

 

Operação do DRACCO mira esquema de corrupção e lavagem de dinheiro em Secretaria de Obras, de Selvíria (MS) | Mato Grosso do Sul | G1 (globo.com)

FONTE/CRÉDITOS: Por g1 MS — Mato Grosso do Sul
Comentários:

Veja também

PEÇA AQUI A SUA MÚSICA